Saiba tudo sobre o uso da tecnologia para o setor jurídico

tecnologia para o setor jurídico, Saiba tudo sobre o uso da tecnologia para o setor jurídico

O uso da tecnologia para o setor jurídico é cada vez mais comum. Dessa forma, hoje em dia vemos a internet, os computadores, os smartphones e tudo que está relacionado como uma oportunidade de otimizar o trabalho e aumentar o desempenho.

Por isso, a inovação não para, e também atinge os setores relacionados ao Direito. Assim, a transformação digital é uma realidade que precisa ser compreendida também pelos profissionais da área, a fim de manter a competitividade.

Então, para que você entenda melhor como funciona a tecnologia para o setor jurídico, preparamos esta publicação especial. Você vai ver que é possível utilizá-la facilmente e ter vários benefícios. Leia até o final e veja!

Onde se usa a tecnologia para o setor jurídico

tecnologia para o setor jurídico, Saiba tudo sobre o uso da tecnologia para o setor jurídico

Para começar, saiba que a tecnologia para o setor jurídico impacta em diversas formas pelas quais se trabalha na área. Ou seja, com o passar do tempo, são várias as mudanças proporcionadas pela inovação. Veja algumas abaixo:

A tecnologia para o setor jurídico aumenta a competitividade

A transformação digital permite novas ferramentas que auxiliam na gestão do seu escritório. É por isso, por exemplo, que cada vez mais é comum a utilização de um software jurídico.

Saiba, então, que esses sistemas trazem novas funcionalidades, capazes, por exemplo, de automatizar tarefas que antes eram feitas manualmente. Dessa maneira, você tem, na prática, um ganho de competitividade.

Permite focar no seu negócio

Como falei acima, a tecnologia no setor jurídico veio para mudar muitos aspectos do trabalho, em especial aqueles mais burocráticos e repetitivos. Isso significa, em outras palavras, que você tem um aumento no tempo para realizar outras tarefas.

Para isso, pense que os seus colaboradores não estarão mais tão ocupados com tarefas que não são as principais do negócio. Em vez disso, com o software realizando atualizações, reunindo dados, entre outros, é possível focar mais nos objetivos mais relevantes do escritório.

Leia mais:  Princípio da isonomia: por que é tão importante no Direito?

Integra a novas áreas

Outra mudança sentida na utilização da tecnologia para o setor jurídico é a integração com novas áreas do conhecimento. Dessa maneira, cada vez mais é necessário entender sobre outros aspectos que vão além do conhecimento técnico sobre a sua atuação.

Perceba, portanto, que a tecnologia é uma aliada em potencial para qualquer um que trabalhe neste nicho. Por isso, ela cresce em atuação e oferece alguns dos benefícios que você vai ver mais abaixo, ao longo das próximas seções.

Benefício da tecnologia no Direito

tecnologia para o setor jurídico, Saiba tudo sobre o uso da tecnologia para o setor jurídico

Se na seção anterior vimos alguns dos principais usos da tecnologia para o setor jurídico e como ela tem modificado esta área de trabalho, agora é hora de vermos o porquê disso. Ou seja, quais são os benefícios relacionados à transformação digital e a sua aplicação no Direito?

A tecnologia para o setor jurídico permite inovação

Um dos grandes benefícios da tecnologia no Direito é que ela traz a possibilidade de inovar. Com isso, permite a adoção de novas estratégias para a gestão do seu escritório, por exemplo, ao mesmo tempo em que reduz riscos.

Um bom exemplo disso é no marketing jurídico. O que a tecnologia oferece são novas métricas e novas formas de investir nele, como é o caso do marketing digital, que vai além do tradicional.

Dessa forma, você alcança novos modelos que são capazes de alcançar resultados mais expressivos, que hoje em dia são indispensáveis. Por isso, quem não está sabendo se adaptar, está ficando para trás, especialmente entre os escritórios mais novos.

Oferece um ganho em tempo

Você já ouviu falar nos chatbots? Numa tradução para o português, seriam como “robôs de atendimento”, que tem seu uso também no Direito.

Eles são ferramentas de comunicação construídas de forma completamente automatizada e usadas em escritórios de diversos setores. Dessa forma, provavelmente você já deve ter visto algum deles.

Leia mais:  Mandado de Segurança: o que é e como aplicar

Assim, a principal funcionalidade que oferecem é, como você já deve estar imaginando, a de responder clientes. Isso pode ser feito através de e-mails, como em dúvidas mais frequentes, para agendamentos de consultas, para fins de marketing digital, para direcionar o atendimento para o suporte feito por humanos, etc.

Fomenta a tomada de decisões

Concorda que a tomada de decisões deve ser baseada em informações e dados sólidos, para minimizar a chance de erros? Pois bem, essa é outra das vantagens da tecnologia para o setor jurídico.

Isto acontece porque a transformação digital permite coletar mais dados de forma automatizada, como já falei antes. Produzir relatórios fica mais fácil dessa maneira. Isso pode ser feito automaticamente e gera informações valiosas para a tomada de decisões do seu escritório.

Tendências para o futuro

tecnologia para o setor jurídico, Saiba tudo sobre o uso da tecnologia para o setor jurídico

Engana-se quem pensa que a transformação digital já chegou ao seu ápice. Pelo contrário, aliás, uma vez que a tecnologia para o setor jurídico ainda está em ascensão e deve permanecer assim por muito tempo. Então, veja agora as tendências para o futuro!

Aumento do uso de funcionalidades como a assinatura eletrônica

Questões relacionadas à confidencialidade de processos são sempre uma preocupação no Direito. Proteger as informações deve ser prioridade.

Felizmente, porém, a segurança da assinatura digital tem se mostrado cada vez mais efetiva. Dessa forma, ela tem crescido em termos de utilização, algo que deve continuar no futuro.

Assim, entre as suas vantagens, ela elimina a necessidade de versões impressas, possui validade jurídica, facilita o trâmite processual, permite a assinatura de qualquer lugar e é extremamente segura graças a um sistema criptografado.

Armazenamento na nuvem na tecnologia para o setor jurídico

Principalmente quem atua há mais tempo no setor jurídico sabe de como é incômodo ter de guardar uma infinidade de papeis. Isto, no entanto, também tem ficado para trás, por conta de fatores como a assinatura digital e, também, do armazenamento em nuvem.

Leia mais:  9 dicas para determinar os seus honorários advocatícios

Hoje em dia, há vários serviços como do Google Drive, do iCloud e do Dropbox que fornecem isto. Em geral, o que elas fazem é permitir que você armazene os seus arquivos nestes sistemas e carregue eles de qualquer lugar.

Ou seja, você pode acessar a qualquer hora e de onde estiver, mesmo que esteja distante do escritório. Porém, é claro, deve estar conectado à internet. E quanto à segurança, também costumam ser bastante seguros, com sistemas criptografados.

Machine learning e inteligência artificial

Agora, temos uma tendência dupla na tecnologia para o setor jurídico. Por isso, vamos falar um pouco mais sobre machine learning e sobre inteligência artificial, cada uma com seu impacto.

A inteligência artificial já está presente em muitos dispositivos. Atualmente, ela permite automatizar muito do que já falamos neste artigo, como agendamentos, dúvidas comuns, entre outros. Além disso, pode até customizar documentos e analisar informações.

Já no caso do machine learning, como sugere o nome, há um certo aproveitamento do potencial da inteligência artificial. Então, por meio de algoritmos, há facilidade para análise e atualização de informações.

Invista na tecnologia para o setor jurídico

Agora que você já sabe tudo sobre o uso da tecnologia para o setor jurídico, é hora de pensar em como utilizá-la no seu escritório. Para isso, hoje em dia existem diversos softwares feitos especialmente para advogados e para quem atua na área.

Um deles, é o GOJUR, que oferece diversos planos e funcionalidades. Para conhecê-lo, clique aqui e comece seu teste grátis!

Compartilhe este conteúdo

Deixe uma resposta