8 livros para advogados iniciantes que você precisa conhecer

livros para advogados, 8 livros para advogados iniciantes que você precisa conhecer

Estar constantemente em estudo e fazer reflexões constantes faz parte da vida de um profissional do Direito. Por isso, principalmente se você está começando na área, precisa saber quais são os melhores livros para advogados iniciantes.

Para resolver esta questão, preparei hoje uma lista especial com 8 obras essenciais que você não pode deixar de ler. Acompanhe!

1.      O caso dos exploradores de caverna – Lon Fuller

Esse primeiro entre os livros para advogados é mais recomendado mesmo para quem está num início de estudos. Aliás, ele pode ser muito válido até mesmo para quem pensa em estudar Direito e quer se inteirar um pouco mais sobre este ambiente.

Então, começando sobre o autor, Lon Fuller é formado tanto em Direito quanto em Economia, tendo, assim, uma formação multidisciplinar. Com esta base, ele escreveu o livro que foi inicialmente publicado pela faculdade de Direito de Harvard.

Dessa forma, no livro o autor levanta um caso que ele mesmo criou e argumenta sobre ele. Assim, a história fala sobre cinco pessoas que acabam soterradas numa caverna e percebem que demoraria muito para o resgate chegar.

Por isso, eles chegam à conclusão de que um deles deveria ser sacrificado para servir de alimento aos outros. Porém, ao serem resgatados, os quatro restantes são levados a julgamento com uma acusação de homicídio.

Ou seja, este é um livro que levanta questões importantes, sobretudo no campo da moral. Dessa maneira, é uma ótima reflexão sobre a prática do Direito que também aborda o papel do advogado em processos como este.

2.      Cartas a um jovem advogado – Francisco Mussnich

O segundo entre os livros para advogados iniciantes que trago aqui já demonstra no próprio título um pouco do objetivo do autor. Aliás, o autor Francisco Mussnich é um grande especialista em direito empresarial, campo em que a obra também se encontra.

Leia mais:  Descubra mais sobre embargos à execução no CPC

Por isso, o que este livro traz são várias reflexões, lições e conselhos vindos da experiência profissional de um grande expoente do Direito. Então, o jovem advogado ou futuro advogado já começa a ter alguma ideia do que irá passar na sua carreira e de quais decisões são mais ou menos indicadas.

Neste sentido, inclusive, que são dadas as principais dicas do livro. Assim, elas são relacionadas a informações sobre como o advogado deve agir e, também, alguns conselhos para quem deseja obter sucesso seguindo um caminho similar ao de Mussnich.

3.      Dos Delitos e das Penas – Cesare Beccaria

livros para advogados, 8 livros para advogados iniciantes que você precisa conhecer

Em terceiro lugar em nossa lista de livros para advogados iniciantes, temos a obra “Dos Delitos e das Penas”, escrito por Cesare Beccaria. Este autor italiano, que viveu no século XVIII, foi um grande representante do iluminismo penal e da escola clássica do Direito Penal.

Dessa maneira, é até mesmo possível que você venha a ler o livro durante o seu curso na faculdade. No entanto, caso este não tenha sido o seu caso, recomendo que comece esta leitura que vale muito a pena.

Em Dos Delitos e das Penas, Beccaria aborda a humanização dos princípios e métodos do Direito Penal que eram utilizados na época em que vivia. Entre os temas discutidos, a busca é por trazer a reflexão para um tratamento que seja mais digno aos indivíduos.

Por isso, mesmo que seja um autor relacionado ao Direito Penal, este é um livro que ensina sobre muito mais do que isso. Isto é, com ele, o jovem estudante ou advogado irá ter uma visão mais humanizada da profissão e de seus princípios.

4.      A Firma – John Grisham

Quer livros para advogados que retratem o dia a dia e a pressão que vivem os escritórios de advocacia? Pois bem, isto é exatamente o que este livro faz, especialmente com relação aos grandes escritórios e à realidade estadunidense.

Leia mais:  CLT - Consolidação das Leis do Trabalho

Ainda assim, dadas as devidas adaptações de contexto para a realidade brasileira, este é um bom livro que vai antecipar situações que o advogado irá viver no dia a dia. Além disso, o melhor é que ele faz isso com uma história envolvente.

Nesta história, você vai conhecer Mitchell, que é um estudante de Direito. Mitchell é um aluno de destaque da Faculdade de Direito Harvard, uma das melhores do mundo.

Então, com o tempo, toda a dedicação e o estudo de Mitchell, ele consegue uma vaga numa grande firma que, neste caso, é especializada em direito tributário. No entanto, as coisas acontecem de uma forma diferente do que ele pensava, como você verá ao longo da narrativa.

5.      O Sol é para Todos – Harper Lee

Mais uma excelente obra desta lista de livros para advogados iniciantes é O Sol é para Todos, de Harper Lee. Neste caso, ela é mais uma daquelas que possui uma história repleta de significados. Inclusive, já virou filme, lançado em 1962.

Portanto, a grande discussão desta obra é, infelizmente, ainda muito atual. O que se trata aqui é de questões de racismo, de modo que entra na esfera do Direito Penal e pode atrair jovens advogados que se interessam por ela.

Nesta história, um advogado decide por defender um homem negro que é acusado de estuprar uma mulher branca, a despeito da pressão da população local. Assim, com este enredo, a temática se desenvolve, levantando uma série de questões importantes.

6.      Planejamento e Gestão para Escritórios de Advocacia – Alexandre Macedônia

livros para advogados, 8 livros para advogados iniciantes que você precisa conhecer

Agora, vou falar de mais um entre os livros para advogados iniciantes que possui um viés mais prático e menos teórico, como o anterior. Inclusive, este livro está baseado fundamentalmente no campo da administração.

Dessa forma, com ele, como sugere o título, você vai aprender mais sobre planejamento estratégico e gestão jurídica. Outro ótimo ponto positivo é que ele é voltado não somente para grandes escritórios, mas sim de todos os portes.

Leia mais:  Cumprimento de sentença: o que mudou no novo CPC?

Consequentemente, você vai se ver imerso no dia a dia de um escritório de advocacia e na sua organização. Desta maneira, o autor traz uma série de dicas que auxiliarão na gestão e no planejamento do seu próprio local de trabalho quando tiver um.

7.      A Era dos Direitos – Norberto Bobbio

Quem nunca ouviu falar ou não leu nenhuma obra do filosofo italiano Norberto Bobbio durante a faculdade, não é verdade? Este autor é um dos mais famosos do Direito, assim como também é bastante lido na Ciência Política e em outras áreas.

Portanto, ele possui diversos livros para advogados iniciantes e também mais experientes. No caso d’A Era dos Direitos, em particular, há uma seleção de 11 artigos a respeito dos direitos dos homens.

O foco, então, é em questões naturais e sociais da humanidade, que é retratada a partir do seu papel no desenvolvimento histórico. Inclusive, questões políticas são abordadas, como a influência na relativização de direitos fundamentais.

8.      Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski

Para finalizar, este é um dos livros para advogados que trata muito da psicologia do Direito. Assim, neste clássico da literatura mundial, o foco é nas questões morais discutidas por um jovem que comete um crime e depois tem problemas para lidar com isto.

Dessa maneira, este não é um livro jurídico em si, ainda que o protagonista seja estudante de Direito. É possível decidir quem deve ou não morrer? O que é certo e errado? Dilemas como estes estão presentes durante toda esta primorosa narrativa.

E você, já leu algum desses livros? Então deixe nos comentários o que achou deles! Além disso, continue em nosso blog para mais publicações, como esta das melhores séries de advogados.

Compartilhe este conteúdo

Deixe uma resposta