Marketing jurídico digital na prática

marketing jurídico digital, Marketing jurídico digital na prática

Se você é advogado independente ou possui um escritório de advocacia, é muito importante utilizar todas as ferramentas possíveis para chegar a novos clientes e, assim, ampliar a capacidade do seu trabalho advocatício. O Marketing Jurídico Digital pode ser um grande aliado nessa missão. Preparamos este conteúdo para contar como você pode operá-lo e quais os benefícios.

Para saber mais, acompanhe conosco!

O que é Marketing Jurídico Digital?

Quando se aplicam as técnicas do Marketing Digital para o universo do Direito, os resultados costumam ser muito positivos. Por meio delas, os escritórios de advocacia podem obter mais clientes, colocando a marca do trabalho em evidencia de maneira totalmente adequada às regulamentações da OAB.

Desta forma, o Marketing Jurídico Digital ferramentas online para tornar a sua marca mais conhecida, forte e atrativa. Os dispositivos utilizados são principalmente os sites e os blogs de seu escritório, bem como canais do YouTube, ferramentas de busca e redes sociais.

Além disso, o Marketing Jurídico Digital também serve para manter uma reputação positiva para a marca do seu escritório, importante para manter os seus clientes fidelizados por mais tempo.

Boa parte dos profissionais utiliza o networking construído com o trabalho como uma das principais formas de obter novos clientes. Também usam a divulgação boca a boca entre clientes para divulgar o nome do escritório.

Essas técnicas funcionam, mas elas podem não ser suficientes para obter uma carteira de clientes numerosa, que traga um grande retorno financeiro ao advogado. Por isso, o Marketing Jurídico Digital é um investimento que os profissionais fazem para expandir a sua atuação diante de um mercado concorrido por diversos escritórios.

Embora um advogado também trabalhe com fins lucrativos, como qualquer empresa, ele não pode vender produtos ou serviços da mesma forma que o comércio faz. É por isso que o Marketing Jurídico Digital possui algumas especificidades para que possa atender especialmente às demandas e características do trabalho dos advogados.

Instrumentos de Marketing Jurídico Digital

marketing jurídico digital, Marketing jurídico digital na prática

As principais ferramentas pelas quais pode ser operacionalizado o Marketing Jurídico Digital são:

Site

Esta é a sua recepção digital na internet. O cliente que chega em seu site precisa saber exatamente que tipos de serviço seu escritório presta, quem são os advogados, como contatá-los, entre outras informações.

Hoje já é muito comum que os sites advocatícios tenham um chatbot que responde os clientes automaticamente, permitindo que você entre em contato com informações mais precisas sobre quem procura seu trabalho.

Blog e Redes Sociais

Seu Blog é o lugar onde o seu escritório oferece conteúdo de qualidade a todos os interessados – e possíveis clientes. Aqui, use o espaço para publicar artigos e demais conteúdos que possam instruir o seu leitor, criando uma visão positiva de seu nome e de sua marca. Com isso, esta pessoa tende a procurar o seu escritório posteriormente para contratar serviços jurídicos.

O público brasileiro é frequentador assíduo das redes sociais, especialmente o Facebook, Instagram e Twitter. Nestes perfis, o seu escritório pode replicar o conteúdo publicado no site e no blog, além de ser um espaço de interação direta entre você e possíveis clientes interessados em serviços.

O advogado pode sim utilizar as redes sociais com finalidades profissionais, segundo a OAB. Manter as Redes Sociais sempre atualizadas e buscar o engajamento do público fará com que a sua marca chegue a mais pessoas organicamente, ou seja, sem a necessidade de anunciar em Ads.

Não existe um consenso específico dos Tribunais de Ética e Disciplina (TED) sobre a possibilidade ou não de impulsionamento de postagens nas redes sociais, entretanto, os TEDs de alguns estados vetam qualquer tipo de anúncio em Google Ads. Antes de anunciar, confira as resoluções da OAB do seu estado.

SEO

A sigla para Search Engine Optimization (Otimização para Ferramentas de Busca). A SEO compreende uma série de medidas para que o seu conteúdo tenha o formato e o conteúdo mais acessível aos algoritmos do Google e outras ferramentas de pesquisa. Assim, seus conteúdos aparecem nos primeiros resultados das buscas, o que é uma das melhores formas de fazer novos clientes.

Mail Marketing

Disparos massivos de mensagens de e-mail informativas, com a finalidade de gerar engajamento no público. Pode ser feito de maneira automatizada com algumas ferramentas digitais.

Canal no YouTube

Vários escritórios de advocacia possuem canais no YouTube onde divulgam com frequência vídeos e seminários sobre diversos assuntos relevantes na área do Direito. Você também pode fazer isso com finalidade informativa, gerando boa reputação e mais visibilidade para sua empresa.

Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo é a estratégia que utiliza todos os suportes mencionados anteriormente para levar mais informações ao seu cliente e, assim, criar um vínculo mais seguro e duradouro com ele. Dadas as limitações impostas pela regulamentação da Ordem, o Marketing de Conteúdo é uma das principais técnicas utilizadas por advogados.

Como fazer Marketing Jurídico Digital?

Para utilizar todas estas estratégias com sucesso em seu escritório, é preciso um bom planejamento e ter uma ampla visão sobre a forma como os seus serviços podem ajudar aos clientes.

Primeiramente, é muito importante que o seu site seja apresentável, todas as informações sejam simples e facilmente legíveis, e que também seja responsivo. Ou seja, independentemente do dispositivo que o usuário utilizar para abrir seu site, ele deve se comportar de maneira a se adaptar ao tamanho da tela e facilitar a leitura. O mesmo se aplica para o seu blog.

Em seu planejamento de redes sociais, convém montar um cronograma com pelo menos dois ou três posts por semana, para que a sua página não perca relevância. Adapte a sua linguagem para as diferentes redes sociais. Por exemplo: você pode usar textos mais compridos no Facebook, mas resuma-o para o Instagram, preferindo utilizar uma imagem chamativa. Redirecione seus clientes para o blog.

Lembre-se também de utilizar expressões que possam ser facilmente compreendidas por seus clientes, ou seja, fuja do “juridiquês”.

Foco no Conteúdo

Além disso, foque a sua presença nas mídias sociais de forma focada em seu segmento. Com estes posts segmentados, fica mais fácil despertar o interesse dos seus clientes. Tenha uma linguagem séria, mas não burocrática. É preciso chamar a atenção do público e, na medida do possível, interagir com ele de forma produtiva.

Mantenha uma postura consultiva na forma como o seu escritório se expressa nas redes sociais. Esta é uma boa forma de estabelecer uma conexão de interesse com os seus seguidores, mostrando a eles que você entende suas dores e sabe como solucioná-las. Na prática, posicione-se como um parceiro.

Sempre que fizer vídeos para seu canal no YouTube, construa um script bem elaborado com início, meio e fim. Busque caprichar na qualidade da imagem e na captação de áudio, passando para o seu público uma noção de seriedade e comprometimento com a advocacia.

Em seminários ou diálogos com outros juristas, tenha sempre uma linguagem sóbria e treine a dicção. Você certamente utiliza a sua oratória no tribunal, contudo falar para as lentes de uma câmera pode ser uma sensação diferente, que exige preparação própria.

Esteja sempre atento ao Código de Ética e Disciplina da OAB, acompanhando os TEDs. As regulamentações que dizem respeito ao Marketing Jurídico podem ser alteradas, modificando a forma como estas técnicas são utilizadas por você e seu escritório. Cuidado para não cometer infrações que possam ser objeto de sanção da OAB.

Via de regra, as definições da OAB determinam que a comunicação social feita por advogados deve ser discreta e de caráter informativo. Por isso, cuidado para que seu Marketing Jurídico Digital não tome um caráter publicitário.

Quais os benefícios ele pode trazer para meu escritório

marketing jurídico digital, Marketing jurídico digital na prática

Em primeiro lugar, o Marketing Jurídico Digital permite ao seu escritório obter mais clientes, uma vez que a marca ganha mais visibilidade e mesmo pequenos escritórios – ou profissionais independentes – podem investir para se tornar mais conhecidos e respeitados dentro do mercado.

Esta boa reputação, além de atrair novos clientes, ajuda a fidelizar as pessoas que já contratam seus serviços jurídicos. Assim, sempre que o cliente precisar, ele irá procurar o seu escritório em vez de outros profissionais, uma vez que, tanto pela sua atuação como pelo conteúdo que publica, o cliente confia na sua imagem.

O Marketing Jurídico Digital também tem a vantagem de ser acessível. Não custa caro investir nestas estratégias, ou contratar alguma empresa especializada que o faça. Por isso, até mesmo profissionais que ainda estão tentando crescer e conquistar prestígio no mercado podem se valer destes benefícios gastando pouco.

Naturalmente, quanto mais se investe, melhor tende a ser o resultado. Por isso, escritórios de mais volume e tradição também podem realizar campanhas de Marketing Jurídico Digital com resultados extremamente relevantes e positivos.

Sabemos que a remuneração dos advogados depende de muitos fatores, como o sucesso ou o insucesso nos litígios, bem como os honorários combinados. Entretanto, quem investe em Marketing Jurídico Digital costuma atender a mais clientes e, portanto, aumentar suas chances de faturar mais.

Conheça o GOJUR, software juridico que pode lhe ajudar a organizar seus clientes e processos.

Empresa de tecnologia, especializada na criação de soluções para o segmento jurídico.

Posts Recentes

Conheça GOJUR

Arquivos

Deixe uma resposta